terça-feira, 23 de outubro de 2012


Cordas…

Não é apenas o desafio da técnica, a beleza das construções ou a arte para ser vista ou vivida. Atar é por si interessante mas insuficiente. Tenho a necessidade de introduzir uma certa linguagem sádica que a Mulher verdadeiramente submissa tão bem entende.

Quando a liberdade dos movimentos é retirada, quando a submissa renuncia e se vê exposta, vulnerável e sem capacidade interventiva, a dor e o desconforto ganham um novo sentido e toda a vivência renasce a um outro nível. O exercício do poder nos limites do sadismo produz uma experiência de dor agradável que frequentemente antecede um estado de consciência alterado em que a mente se separa do processo e flutua num espaço de bem estar. E a dor já não é dor mas sim prazer puro.

As cordas libertam.

Procurar o prazer da Mulher submissa implica adicionar dor e sofrimento à restrição através das cordas. Esse é para Mim o verdadeiro sentido.

O Shibari liberta-Me.

sexta-feira, 19 de outubro de 2012


Because I really care. Always and everywhere.
Over the North Atlantic.

domingo, 10 de outubro de 2010


Delicious pain
Difficult to breath too
That's for My pleasure. Remember it?

sábado, 28 de agosto de 2010

...Porque o momento foi especial. Este preciso momento.

sexta-feira, 27 de agosto de 2010

Ocorreu-Me hoje uma variante interessante ao uso do aparelho de electroestimulação: Fazer variar a intensidade e a periodicidade da estimulação nos mamilos com o grau de humidade cá em baixo. Quanto mais húmida - idealmente molhada - a menina estiver mais intensos e mais frequentes os impulsos nos deliciosos bicos.

Proximo passo: Uma longa tarde passada num local público bastante povoado seguido de um jantar num bom restaurante da moda.

Checklist: Se a menina estiver muito calada e fizer poucas caretas é porque o seu factor-kinky é para lá de desinteressante; Caso a brisa de fim de tarde de verão, as conversas picantes, os toques suaves no pescoço, os beijinhos e os encostos depreocupados nas mamocas e no rabo resultarem nuns saltinhos e gemidos apreciáveis então é porque a menina está no bom caminho. Pelo menos no Meu.

quarta-feira, 25 de agosto de 2010


Can't hear you...
Does it taste well? The rope? The submission?
Being at My beck and call?

terça-feira, 13 de julho de 2010


Sweet pain. Dark night. Strong feelings.
Hard & Wet moments.